28 de outubro de 2009

Vale Festejar

Abriram-se
as portas
da casa
de Nagô.
Serpente,
acorda,
que o dia
já raiou.
Pega pandeirão,
zabumba, matraca...
Vai começar
o Bumba-Boi.
Depois, Tambor
de Crioula,
Dona Teté
e o seu
Cacuriá.
Se é festejo,
vale festejar.
Vamos celebrar
o bater de asas
dos novos
Pássaros
que nascem,
cujos piados,
assovios,
unem-se
num canto
único – concerto
que emudece
a Alvorada
e, finalmente!,
no Maranhão,
acorda
o Amanhã.

7 comentários:

Jenifer disse...

Que delícia o blog de vocês!!!

:)

Daniel disse...

pra nao criticar, melhor indicar: 13-A Serpente (Outra Lenda) - Zeca Baleiro ALBUM: PetShop Mundo Cão.

Rômulo Pacheco disse...

lol agora a casa de nagô e a serpente são lendas exclusivas de zeca baleiro, muito bom.

celso disse...

Legal o blog, e a união de vocês!

obrigado.
parabéns...

Anônimo disse...

Nagô e Serpente são lendas exclusivas do Zeca Baleiro que é maranhense e fala de nossa cultura?

tanto faz, mas se nao o fez, nao desfaz. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel disse...

Em nenhum momento eu disse que a identidade nagô e a lenda da serpente são exclusividades da composição de zeca baleiro. Disse sim que o post 'vale festejar' reproduz algumas característas intrínsecas da faixa 13, o que não impede, é claro, fazer-se alusão.