19 de abril de 2009

Sê vivo

Aos brailes,
O método:
dormência do tato.
E de nada saberás
- Só o que ouve dizer!

4 comentários:

Arnaldo Vieira disse...

Me causou um bom incômodo, o poema-máxima!
=)

Solitude disse...

Aos surdos,
a dormência total.

angela disse...

É uma questão de confiança de fontes, como escolher entre o Jornal Pequeno e o Estado do Maranhão.

A Projetista disse...

Mãos ao alto, mãos aos brailes!

Bravo! =)